Saiti



msgbartop
Dicas para fazer sites que funcionam
msgbarbottom

HOSPEDAGEM PARA SITES MUITO VISITADOS

LINKS PATROCINADOS

A dica de hoje é para quem tem um site muito visitado e está tendo problemas e transtornos com a empresa de hospedagem. Eu já passei por isto. É justamente no momento que o seu site está recebendo o maior número de visitantes simuntaneos que começa a apresentar problemas. Os sintomas são sempre os mesmos: O site fica lento, os aplicativos PHP como o WordPress, Joompla ou sua loja começam a apresentar mensagens de erro, erros de conexão com banco de dados, até o ponto que o site fica fora do ar.

Já tive clientes que realizaram divulgação do site na televisão através de um comercial e sempre que o anúncio aparecia na TV o site ficava fora do ar. Isto acontecia porque um grande número de pessoas tentava acessar o site ao mesmo tempo. Outra situação curiosa foi quando um cliente foi entrevistado no programa do Jô Soares. Quando forneceu o endereço do site, em poucos minutos o mesmo ficou fora do ar. Eram deze

nas de milhares de pessoas tentando entrar no site ao mesmo tempo.

Sinceramente, não existe situação pior. O seu site está na mídia, o fluxo de visitantes é intenso, você está pronto para gerar lucros com seu site, e problemas com o servidor de hospedagem acabam gerando uma imagem negativa do seu projeto na internet para milhares de pessoas que estão se frustrando por não conseguirem acessar o que desejam.

Isto acontece porque a maioria das pessoas coloca seus sites hospedados em planos de hospedagem compartilhados. Esses planos funcionam assim: As empresas de hospedagem pegam um determinado servidor e loteiam o equipamento em 1000 planos de hospedagem diferentes. Cada plano deste é ocupado por um site. Todos esses sites juntos compartilham da memória e da capacidade de processamento deste servidor. Para que isto seja possível a empresa de hospedagem coloca limitações de uso de processamento e de memória para cada site. Quando o seu site recebe um número elevado de visitas acaba batendo nesta limitação e somente um número limitado de pessoas consegue acessar o conteúdo durante o momento de pico. As outras tentativas são negadas e o servidor parece estar fora do ar.

O pior é quando o seu site está funcionando normalmente e começa a ficar lento, sai do ar, em um momento em que não está recebendo muitas visitas. Isto pode ocorrer porque outro site de outra pessoa que está no mesmo equipamento pode estar utilizando todos os recursos do servidor e assim seu site fica sem recursos de processamento e memória para funcionar direito. Desta forma você acaba sendo prejudicado por terceiros.

Com a popularização das redes sociais e os efeitos do marketing viral, qualquer site pode se tornar famoso do dia para a noite e com isto ocorrer um aumento repentino no número de visitantes. Isto estava prejudicando todos que utilizam planos de hospedagem em servidores compartilhados.

Uma tecnologia que surgiu para resolver este problema está sendo chamada de Computação nas Nuvens. Com esta tecnologia o seu site não é atendido por apenas um servidor. Ele é atendido por diversos servidores ao mesmo tempo. Você tem a possibilidade de aumentar a capacidade de processamento e a memória nos dias ou meses de maior movimento do seu site. Isto é feito de forma simples, transparente, através de um painel de controle. Quer um exemplo? Vamos supor que você tem uma loja online e vai fazer uma grande divulgação da sua loja em um programa de tv ou nos intervalos comerciais. Para evitar que um grande número de visitantes derrube seu site, você pode entrar no painel de controle da empresa de hospedagem e elevar a quantidade de memória disponível de 4GB para 32GB. Se existiam 2 processadores atendendo seu site é possível aumentar para 8 processadores. E você pode usar esta configuração mais potente apenas quando estiver precisando de maior capacidade para atender a demanda. Quando a campanha termina e o fluxo de visitantes volta ao normal basta modificar as configurações novamente.

Isto permite uma enorme redução de custos. Você não precisa manter seu site ou sua loja virtual em um servidor supor potente, com enorme custo mensal, se irá utilizar o máximo que o servidor oferece em situações esporádicas. Clique aqui para ver quanto custa um servidor nas nuvens. Como você pode ver um servidor super potente, capaz de suportar milhares de visitantes ao mesmo tempo chega a custar R$ 495,00. Já um servidor para utilizar em dias comuns chega a custar R$ 64,00.

E a maior vantagem de hospedar seu site em um plano como este oferecido pela UOL Cloud ou outra empresa similar é a capacidade de monitorar continuamente a carga dos servidores. Você pode verificar em tempo real se o seu blog, seu site, sua loja está sobrecarregada. No caso do UOL Cloud, eles oferecem um sistema de monitoração no painel de controle do plano. A qualquer momento você pode monitorar a utilização dos processadores do seu servidor; pode ainda monitora o tráfego de rede (entrada e saída de dados), permitindo que se verifique a carga de acessos ao servidor, e por último você pode monitora as operações de leitura e escrita do disco, em relação aos limites do plano contratado.

Ao observar uma necessidade maior de recursos você pode entrar em contato com a empresa de hospedagem e de forma bem simples e rápida pode elevar a capacidade de processamento, memória, etc. Como pode ver na imagem existe um botão chamado “Fazer upgrade ou downgrade”. O Upgrade você faz para aumentar a capacidade do servidor e com isto seu site vai funcionar normalmente atendendo milhares de novos visitantes ao mesmo tempo. Quando período de grande visitação do seu site acabar, basta fazer o downgrade e com isto você reduz o seu custo com hospedagem.

Se você tem algum amigo ou conhecido que possui site muito visitado e passa por problemas de sobrecarga, indique este artigo para ele.

Compartilhe com seus amigos:

LINKS PATROCINADOS


Veja uma coleção dos 10 melhores artigos sobre este assunto que selecionei para você:
Compartilhe este artigo com seus amigos pelo Orkut, Facebook, Twitter ou envie por email usando uma das opções:

Deixe seu comentário